Que filmes são adequados a crianças?

Que filmes são adequados a crianças?

Por Babysits, 15 minutos de leitura

Com a ajuda de uma especialista vamos analisar o impacto dos filmes no desenvolvimento das crianças (de modo negativo ou positivo) e a forma como o cinema pode influenciar as suas opiniões.

Fala-se muito sobre o tempo de ecrã permitido às crianças e o impacto negativo que os media podem ter nas crianças. As redes sociais são frequentemente mencionadas como problemáticas, no entanto o cinema e os filmes também são fonte de muito do tempo passado em frente a um ecrã. É cada vez mais comum que as crianças comecem a assistir a filmes desde cedo.

É por isso importante considerar o impacto dos filmes nas crianças. Como é que o cinema e os filmes influenciam as opiniões das crianças e qual o seu impacto ao nível do desenvolvimento?

Pretendemos chegar ao fundo desta questão e informar a nossa comunidade sobre os filmes que as crianças possam estar a assistir e o respetivo impacto no seu desenvolvimento. Para esse efeito, analisámos estudos científicos e pedimos a opinião a especialistas.

Para ler mais, basta clicar na secção relevante:

Filmes adequados crianças Opinião de especialista Influencia cinema Reflexões


Todos os filmes infantis são adequados a crianças?

Poderão estar a pensar: “Qual é o interesse? Desde que apenas sejam permitidos filmes infantis, não há problema, certo? Por exemplo, qualquer filme de animação da Disney aborda temas positivos que podem ajudar as crianças a crescerem e a potenciar um desenvolvimento saudável”

No entanto, esse não é sempre o caso. Olhemos para o caso dos 101 Dálmatas (a versão de animação de 1961).

101 dalmatas gif

via Tumblr

Os 101 Dálmatas é um excelente filme, com uma classificação de 98% no Rotten Tomatoes. É uma aventura simples que se centra no resgate de 15 cachorros dálmatas e, no final da história, todos (mais os 86 cachorros que encontraram) são salvos e vivem felizes para sempre (desculpem os spoilers!).

Contudo, existem temas implícitos que hoje em dia são desadequados a crianças. Por exemplo, na cabeça de uma criança poderá ser bastante assustador a ideia de uma senhora lunática e sociopata que procura esfolar centenas de cachorros para fazer um casaco com padrão de dálmatas.

O filme inclui ainda várias personagens a fumar ou a beber álcool. A Cruella a fumar os seus longos cigarros e os seus ajudantes a beberem vinho diretamente de uma garrafa não são exemplos de comportamentos que desejamos para os nossos filhos. Até Roger, um dos protagonistas e mais próximo de ser um exemplo a seguir, aparece frequentemente a fumar um cachimbo ao longo do filme.

101 dalmatians fumar gif

via Giphy

O filme está enquadrado à época em que foi criado, os anos 60, mas hoje em dia pode ter uma influência negativa na forma como as crianças o internalizam.

Por outro lado, os 101 Dálmatas também inclui temas muito positivos para as crianças e para o modo como encaram o mundo à sua volta. O filme mostra a importância do trabalho de equipa para salvar os cachorros.

Assistam a este vídeo para ver exemplos de filmes de animação que mostram comportamentos negativos e positivos:

O que significa tudo isto? Quais são os efeitos positivos e/ou negativos do filme? Será que as crianças vão olhar para os cães, humanos e cachorros a trabalharem em conjunto para alcançar o êxito e pensam que a colaboração e o trabalho de equipa é positivo e essencial para o sucesso? Ou será que vão olhar para as personagens a fumar e pensam que fumar cigarros ou cachimbos (ou beber vinho diretamente da garrafa) é uma coisa normal que os adultos fazem?”.


Qual o impacto dos filmes nas crianças; A opinião de uma especialista

Falámos com uma das melhores especialistas na área do desenvolvimento e da psicologia infantil para ter uma ideia do que se passa na cabeça das crianças quando assistem a filmes, qual a sua importância e como influencia o seu desenvolvimento.

Jennifer Harriger é doutorada em Psicologia do Desenvolvimento e possui estudos sobre questões relacionadas com a aparência nos filmes de animação para crianças.

De que forma mais predominante é que os filmes influenciam as crianças?

Jennifer: Os filmes oferecem às crianças um enquadramento para compreender o mundo à sua volta. Muitas vezes as mensagens são subtis, mas também são ubíquas. As crianças aprendem que o bem triunfa sobre o mal, aprendem o que significa ser homem ou mulher, que as pessoas belas são normalmente “boas” ou “gentis” e que a violência é por vezes “necessária” para se atingir objetivos.

Na sua opinião, quais são as diferentes influências consoante as idades?

Jennifer: A partir dos 3 anos, as crianças conseguem absorver mensagens provenientes de media direcionados a adultos. Um estudo concluiu que uma grande percentagem de crianças em idade pré-escolar já tinha sido exposta a filmes para maiores de 13 e para maiores de 17. As crianças aprendem com os meios audiovisuais e as suas crenças e sistema de valores são, em parte, moldados pelos media. Porém, as crianças mais pequenas têm alguma dificuldade em distinguir a realidade da fantasia e entre os programas e os anúncios.

O que distingue uma criança de um adulto na forma como internalizam um filme?

Jennifer: As crianças têm mais dificuldade em distinguir a realidade da fantasia e também não possuem as competências necessárias para avaliar criticamente as mensagens que lhes são apresentadas através do meio. Mas, para ser honesta, os adultos também têm dificuldade em avaliar de modo crítico as mensagens e têm tendência a internalizar crenças provenientes dos media, incluindo de filmes.

Acredita que as crianças são altamente influenciadas pelas imagens que veem nos ecrãs?

Jennifer: Sim. As crianças identificam e desejam imitar as personagens que veem no ecrã; especialmente as que veem como atraentes, confiantes e bem-sucedidas. Acho que os pais e outros adultos devem conversar com as crianças para garantir que aprendem a avaliar criticamente as mensagens que recebem de filmes (p. ex.: como achas que aquela criança se sentiu quando os outros personagens foram maus para ela? O que farias para a defender? O que achaste do aspeto da princesa? Achas que a maioria das pessoas é parecida a ela? Será que o nosso valor se baseia na nossa aparência? Devemos usar armas ou magoar outros quando estamos chateados com eles?).

Imagine que assistiu a um filme infantil muito conhecido: Que coisas podem eventualmente ter um efeito no desenvolvimento das crianças e como é que isso influencia o seu estado psicológico no futuro?

Jennifer: Não sou da opinião de que apenas um filme tem um impacto significativo no desenvolvimento de uma criança. Creio que existe um efeito cumulativo de várias mensagens de diversas fontes (incluindo dos filmes) que influenciam uma criança e a sua perspetiva. Acredito que os filmes têm o potencial para moldar as crenças das crianças no que se refere aos padrões de beleza, papéis de género, violência e sucesso.


Estudos académicos sobre a influência dos filmes nas crianças

Para apresentar mais informações sobre crianças e o impacto do cinema, decidimos complementar a entrevista a Jennifer com informação relevante de estudos passados, fazendo um resumo simplificado. Como dito anteriormente, os filmes têm um impacto significativo nas crianças. Abaixo, é possível ver alguns dos efeitos positivos e negativos suportados por investigação científica.

Efeitos dos filmes nas crianças

Para ler em maior detalhe uma determinada questão ou alguns dos estudos mencionados, basta clicar na aba que se encontra abaixo.

Efeitos Negativos

Efeitos negativos dos filmes em crianças

Filmes para crianças pequenas: as crianças pequenas podem assistir TV? De acordo com a Academia Americana de Pediatria, as crianças com menos de 48 meses são desaconselhadas a assistir televisão.

Isto baseia-se em alguns fatores:

Consoante a idade da criança, os efeitos negativos da exposição aos media e à TV podem ser diversos. Isto acontece porque as crianças em diferentes idades encontram-se em diferentes níveis de desenvolvimento cognitivo, ou seja, as crianças com mais de 2 anos e as crianças com menos de 2 anos estão em fases de desenvolvimento cognitivo distintas e processam a informação de forma diferente. (fonte: Academia Americana de Pediatria)

Para crianças muito pequenas que tiveram menos tempo para aprender, poderá ser mais difícil compreenderem os conteúdos de filmes ou de programas de televisão.

Por exemplo, as crianças pequenas têm dificuldade em distinguir entre acontecimentos num vídeo e a mesma informação apresentada por uma pessoa ao vivo. (fontes: Academia Americana de Pediatria, Televisão e crianças pequenas)

Neste caso, torna-se mais complicado utilizar filmes como ferramentas de desenvolvimento ou de educação.

Existem estudos que constataram que assistir filmes e televisão pode ter um impacto negativo na linguagem para crianças com menos de 2 anos.

Um destes estudos, concluiu que um consumo elevado de tv conduzia a um impacto negativo no desenvolvimento de vocabulário nas crianças. De acordo com a AAP, este e outros estudos, o desenvolvimento de vocabulário nas crianças está diretamente relacionado com a quantidade de tempo que os pais falam com os filhos; um consumo elevado de televisão interfere no desenvolvimento linguístico de uma criança porque é menos provável que os pais falem tanto com os filhos. (fonte Academia Americana de Pediatria)

Efeitos negativos em crianças mais velhas

Investigadores da Faculdade de Medicina de Yale, dos Institutos Nacionais da Saúde e do Centro Médico da Califórnia-Pacífico analisaram 173 estudos quantitativos sobre a relação existente entre a exposição aos media e sete consequências a nível de saúde. Os media predominantes no estudo eram filmes, televisão e música. 80% dos estudos encontraram efeitos negativos dos media na saúde das crianças. (fonte Media + Child and Adolescent Health: A Systematic Review)

Foram encontrados fortes indícios que relacionam os media com problemas de saúde associados à obesidade e ao tabagismo (mais de 80% de cerca de 100 estudos demonstraram uma associação estatisticamente significativa entre a exposição aos media e o tabagismo ou obesidade.)

De acordo com outros estudos citados pela AAP, o consumo de media tem sido associado a obesidade, problemas de sono, comportamentos agressivos e problemas de concentração em crianças do pré-escolar e em idade escolar. (fonte Academia Americana da Pediatria)

Efeitos Positivos

Detalhes

Efeitos positivos dos filmes nas crianças

Visto que até agora abordámos maioritariamente os efeitos negativos dos filmes e da televisão nas crianças, olhemos então para os positivos.

Apesar da influência negativa dos filmes, os jovens também são capazes de responder de forma positiva a essas influências, especialmente se forem acompanhados de forma adequada e através de estratégias personalizadas. (fonte: Positive Psychology at the Movies for Children, Adolescents and Families Linda Rufer, M.D., F.A.A.P.)

Os filmes podem ter um impacto positivo nas crianças de diversos modos: podem ser educativos, ajudar no desenvolvimento de traços de caráter positivos, assim como no fomento de interações sociais positivas.

No ensino, alguns filmes são frequentemente utilizados como material didático suplementar. Os filmes são inquestionavelmente úteis como auxiliares educativos, ajudando a despertar o interesse dos alunos num tema e, em alguns casos, apresentando informação relevante. Esta prática é mais comum com conteúdos históricos (é certo que a eficácia desta prática baseia-se inteiramente no filme e no seu rigor histórico). (fonte: Positive Psychology at the Movies for Children, Adolescents and Families Linda Rufer, M.D., F.A.A.P.)

Assistir a filmes também pode ter um impacto positivo na aprendizagem linguística. O processo de comunicação é central na aprendizagem de línguas. Como tal, proporcionar mais oportunidades para escutar e interpretar este processo pode ajudar ao desenvolvimento linguístico. De acordo com estudos, a linguagem é adquirida através de contributos compreensíveis que, por sua vez, criam mais oportunidades de aprendizagem. Neste sentido, visto que os filmes proporcionam um conjunto alargado de contributos compreensíveis e significativos, estes podem tornar-se ferramentas necessárias na aprendizagem linguística. (fonte: Bridging the Gap Between Theory and Practice, The use of Films in Language Learning.)

Além do impacto educacional mais académico, existem muitos outros efeitos psicológicos positivos que os filmes podem ter nas crianças.

O poder da narrativa estimula as emoções, e essa reação emocional influencia a aprendizagem e o comportamento. A imersão numa personagem de um filme reforça a empatia e permite ao espetador viver as experiências da personagem sem ter de verdadeiramente experienciar as consequências. (fonte: Positive Psychology at the Movies for Children, Adolescents and Families Linda Rufer, M.D., F.A.A.P.)

Ver comportamentos altruístas e pró-sociais em filmes ajuda a motivar outros a fazerem o mesmo, estando associado a um aumento deste tipo de comportamentos pelos espectadores.

Um estudo dos investigadores Mares e Woodward concluiu que os efeitos pró-sociais dos meios audiovisuais podem ser ainda mais impactantes do que os efeitos negativos da exposição a conteúdos violentos porque as normas sociais existentes favorecem o comportamento pró-social.


Conclusão e Reflexão

Dependendo da idade da criança, existem vários efeitos positivos ou negativos que o cinema pode ter, tornando a situação num verdadeiro dilema. Contudo, Jennifer resumiu bem a questão com a sua última resposta:

“Não sou da opinião de que apenas um filme tem um impacto significativo no desenvolvimento de uma criança. Creio que existe um efeito cumulativo de várias mensagens de diversas fontes (incluindo os filmes) que influenciam uma criança e a sua perspetiva. Acredito que os filmes têm o potencial para moldar as crenças das crianças no que se refere aos padrões de beleza, papéis de género, violência e sucesso.”

Jennifer também proporcionou conselhos úteis ao afirmar que, como as crianças são altamente influenciadas pelas imagens que veem em ecrãs,

“os pais e outros adultos devem conversar com as crianças para garantir que aprendem a avaliar criticamente as mensagens que recebem de filmes”.

A Academia Americana de Pediatria também sugere recomendações importantes, baseadas em estudos e resumidas no gráfico abaixo.

Recomendações para consumo media

No fim de contas, não existem respostas certas ou erradas. Porém, se têm interesse em que os vossos filhos aprendam a avaliar de modo crítico os media, discutir os filmes é uma sugestão consensual entre os estudos e as recomendações dos especialistas. Para vos ajudar, elaborámos um guia de discussão de filmes com base nestas recomendações.

Guia discussão do filme