Os melhores filmes de animação para crianças

Os melhores filmes de animação para crianças

Novo
Por Babysits, 13 minutos de leitura

Pedimos aos pais no Instagram para nos contarem mais sobre as questões com que se deparam na educação dos filhos. Com base nas respostas mais comuns, elaborámos este artigo que apresenta alguns dos melhores filmes infantis para educar crianças fortes e felizes. Ação!

Cliquem nas secções abaixo para saltar diretamente para o parágrafo ou leiam o artigo na íntegra.

Como desenvolver confiança nas crianças Imagem Corporal para crianças Amizades das crianças Criança introvertida


Confiança

Como desenvolver confiança nas crianças
42,31% dos pais afirmaram que a confiança é o assunto de que mais falam

O traço de caráter

Não é uma surpresa perceber que a prioridade número um dos pais seja aprender a desenvolver confiança nos seus filhos. Poderíamos escrever 10 artigos diferentes sobre atividades que fomentam a confiança mas, neste, queremos concentrar-nos nos filmes que nos ensinam a aceitar quem somos e a perceber o nosso valor. Durante o processo de crescimento, as crianças vivem vários desafios e mudanças que afetam a sua confiança em si mesmos. Assim sendo, que filmes são positivos para ajudar as crianças a valorizarem as suas características únicas?

 

Exemplos…

Hermione Granger Harry Potter (2001) - via Giphy: Embora todo o universo Harry Potter retrate muito bem a confiança, a Hermione Granger é a personagem que melhor representa o que é acreditar em nós mesmos. Embora não seja sempre popular entre os colegas, ela está lá sempre quando precisam da sua ajuda e dos seus conhecimentos. Ela acredita nela mesma e vemos como os colegas começam a valorizá-la precisamente pelo que ela é: trabalhadora, corajosa e leal.

Gunter from Sing Cantar! (2016) - via Giphy: Este filme conta a história de diferentes personagens com uma coisa em comum: todos cantam! Alguns com mais confiança, outros com menos. A personagem Meena é um excelente exemplo: uma elefante tímida com medo dos palcos que acaba por fazer a performance da sua vida depois de ser encorajada pelos amigos. Ao longo do filme, vemos como todos encontram confiança para fazer o que mais gostam.

Ferdinando GIF Ferdinando (2017) -via Giphy: Ferdinando é um jovem touro diferente dos outros. Em vez de lutar e ser agressivo, é gentil e simpático e procura o seu lugar no mundo. Ele sabe quem é, mas tem de aprender a aceitar-se a si mesmo e a ser confiante apesar de ser diferente dos seus amigos.


Como educar crianças com confiança

É fundamental mostrar às crianças o impacto positivo que o seu caráter e conhecimentos podem ter nas suas vidas. Uma das formas de educar crianças confiantes é introduzir atividades que fomentem a confiança para que se iniciem conversas com os pais sobre o que eles valorizam sobre elas e, sobretudo, sobre o que valorizam sobre si mesmas. Incentivem-nas a pensar diariamente em três elogios para si mesmas. Também podem pedir-lhes que pensem em situações concretas nas quais esses traços de caráter tenham sido úteis para atingir um objetivo.

Quando as crianças forem mais crescidas, podem começar a conversar sobre o desenvolvimento de caráter. No fundo, trata-se de encontrar o equilíbrio entre aceitar coisas sobre nós mesmos que não podemos alterar e, lentamente, aprender a mudar as que estão ao nosso alcance. O processo de auto-aperfeiçoamento é uma capacidade importante que deve ser cuidadosamente introduzida de forma a não sobrecarregar as crianças.


Distorção da imagem corporal

Ajudar crianças com imagem corporal distorcida 49,14% dos pais creem que os seus filhos sofrem de distúrbios de distorção da imagem corporal

O traço de caráter

A imagem que temos de nós próprios é uma parte importante do crescimento e da procura do nosso lugar no mundo. Esta imagem é influenciada pela forma como nos sentimos no nosso próprio corpo. Contudo, convém relembrar que ter uma imagem corporal positiva não se trata apenas de nos sentirmos confortáveis com a nossa aparência, mas sim, e sobretudo, de nos sentirmos confortáveis com o que sentimos “cá dentro”. Especialmente durante a puberdade, os corpos mudam e pode ser difícil para os adolescentes acompanharem este ritmo de mudança. Vejamos alguns dos filmes que ajudam as crianças com problemas de imagem corporal:

 

Exemplos…

Olive Little Miss Sunshine Uma família à beira de um ataque de nervos (2006) - via Giphy: Embora não seja um filme infantil, é adequado a crianças ligeiramente mais crescidas (+12 anos) e conta a história de uma menina que não corresponde aos padrões de beleza clássicos, mas que conquista os corações de todos por ser ela mesma.

Anne of the Green Gables Anne de Green Gables (2016): - via Giphy: Seguimos a história de Anne enquanto é adotada por uma família que inicialmente pretendia adotar um rapaz. Logo desde o início, ela mostra-se decidida a provar o seu valor e que não precisam de um rapaz. O filme mostra como Anne destrói as normas de género geralmente associadas aos rapazes ao ser a personagem forte que é.

Mulan
Mulan (1998): - via Giphy: Embora não seja um filme clássico sobre atitudes positivas em relação ao corpo, Mulan prova que o seu género ou corpo não a definem e que é possível atingir tudo o quisermos se não nos deixarmos definir por normas sociais. Mulan liberta-se das expectativas que a sociedade tem sobre ela e segue aquilo em que acredita.


Como educar crianças com atitudes positivas em relação ao corpo

Embora pareça contraproducente, uma das melhores formas de educar crianças com atitudes positivas em relação ao corpo é falar o menos possível sobre o seu corpo. Em vez de dizer ao seu filho/a que “está bonito/a”, elogie a sua personalidade e conquistas. Como diz a blogger de família Gioula Chelten: Lembre-se de elogiar o processo, não a pessoa. “Esta é uma forma muito criativa de resolver este problema!” é um excelente elogio que ajuda as crianças a crescerem.

Como em muitas outras questões da parentalidade, é importante dar o exemplo. Se estiver constantemente a criticar-se a si próprio e à sua imagem corporal, o seu filho irá aprender esse comportamento a partir de si. Não há problema nenhum em preocupar-se com o seu corpo, mas faça-o de forma saudável.


Amizades e relações das crianças

Amizades das crianças
30% dos pais disseram que a amizade e as relações são os assuntos de que mais falam

O traço de caráter

O conceito de valorizar e manter as amizades é algo que devem aprender desde cedo. Isto irá ajudá-los a continuarem a valorizar os amigos e a família ao longo das suas vidas, especialmente à medida em que crescem e se tornam independentes da família. A amizade é um dos temas mais recorrentes em filmes infantis, e abaixo apresentamos alguns exemplos:

 

Exemplos…

Wilbur da Teia da Carlota A Teia da Carlota (2006) - via Giphy: Uma história sobre um porquinho que, quando cresce, tem de abandonar a sua quinta e os seus amigos e adaptar-se a um ambiente novo. Ao fazer novos amigos, o porquinho aprende o que significa ter amigos verdadeiros que se defendem e apoiam uns aos outros. Às vezes uma história mais triste, A Teia da Carlota dá lições sobre o verdadeiro valor das amizades.

Simba do Rei Leão O Rei Leão (1994) - via Giphy: Um verdadeiro clássico, O Rei Leão segue a jornada de um leãozinho à medida que cresce, explorando as suas relações, boas e más, com os amigos e familiares. O Rei Leão é sobre o valor das amizades, provando que nem todas as relações familiares são saudáveis ou felizes. O Rei Leão é um filme bonito, emocional e educativo ao mesmo tempo.

Andy e Woody do Toy Story Toy Story (1995) - via Giphy: O filme Toy Story é um clássico moderno que explica muito bem o que acontece quando as amizades e as lealdades mudam ao longo do tempo. Tal como na vida real, os amigos novos surgem e os amigos antigos têm receio de ser substituídos por esses amigos novos mais entusiasmantes. No final, aprendemos que as amizades não têm de ser exclusivas e que é possível ter boas amizades com várias pessoas.


Como educar crianças que valorizam amizades e relações

Para que as crianças venham a ter relações saudáveis e funcionais mais tarde, é importante estabelecer uma boa relação com elas desde que são pequenas. Ao dar o exemplo e ser bom amigo, elas aprendem o quão importante isso é. Apoiem-nas nas suas iniciativas, escutem-nas, mantenham-se em contacto e perguntem-lhes como se sentem. Além de serem pais, tentem ser bons amigos.

Tal como com a imagem corporal, podem elogiar as qualidades dos vossos filhos como amigos: “É bom a forma como ouves os teus amigos e lhes dás os conselhos que precisam de ouvir em vez de lhes forçares a tua opinião”.


Introvertido vs. Extrovertido

Crianças introvertidas e extrovertidas na Europa
As crianças da Áustria, Bélgica, Alemanha, Países Baixos e Eslovénia tendem a ser introvertidas e as crianças de França, Itália e Espanha tendem a ser extrovertidas

O traço de caráter

Embora o mundo esteja mais voltado para as pessoas extrovertidos, a primeira coisa que aprendemos é que não existe certo ou errado. Quer sejam introvertidos ou extrovertidos, ambos possuem qualidades que o outro não tem, assim como qualidades que podem aprender um com o outro. Como já referimos, o mundo é um lugar mais fácil para as pessoas extrovertidas, mas isso não quer dizer que os introvertidos não tenham lugar nele. Aqui deixamos algumas sugestões de filmes que ajudam as crianças introvertidas a verem o seu valor e a encontrarem o seu lugar no mundo:

 

Exemplos…

Hiccup e Toothless de Como treinares o teu dragão Como treinares o teu dragão (2010) - via Giphy: Neste filme, seguimos a história do jovem viking Hiccup que tem como plano inicial tornar-se caçador de dragões mas que acaba a fazer amizade com um e, tal como o nome sugere, a treiná-lo. Hiccup não é como os outros vikings, é reservado e tímido. No filme acompanhamo-lo enquanto procura quem é e o seu lugar no mundo viking.

Amélie O Fabuloso Destino de Amélie (2001) - via Giphy: Este filme é excelente para mostrar às crianças a alegria e a magia que os introvertidos trazem aos outros e, em última instância, a si mesmos. Amélie começa a sua missão de trazer felicidade aos outros, negligenciando o seu bem-estar. Após algum tempo, ela apercebe-se do que está a fazer e começa a focar-se em si mesma. Este filme retrata uma história sobre a compaixão e o caminho para encontrar a felicidade.

Feelings de Divertida-Mente Divertida-Mente (2015) - via Giphy: Um clássico moderno no que se refere às “conversas sobre sentimentos” com crianças. O filme explica o que acontece num cérebro duma criança quando as emoções começam a tomar controlo. O realizador Pete Docter teve dificuldades com situações parecidas, o que levou ao seu isolamento durante a sua juventude. O seu objetivo era ajudar crianças que estejam a passar pelos mesmos problemas. Nós achamos que ele fez um excelente trabalho.


Como educar crianças introvertidas vs. extrovertidas

O mais importante para um pai ou mãe é aprender a conhecer os filhos que têm e como os podem apoiar. Pode ser especialmente difícil saber como apoiar os filhos se eles forem muito diferentes dos pais. Se o seu filho é uma criança introvertida, o melhor é reconhecer esse facto e não o encarar como um problema que tem de ser resolvido. É mais importante apoiá-los através da valorização da sua privacidade e espaço pessoal do que forçá-los a fazerem mais amizades e a serem mais extrovertidos. Fonte

Se o seu filho é extrovertido, poderá ser mais fácil para ele adaptar-se ao nosso mundo. Contudo, é igualmente importante oferecer apoio. Dê-lhe oportunidades para explorar o seu lado extrovertido e esteja presente nos momentos em que for necessário. Certifique-se ainda de que conversam sobre segurança e autoproteção. Os extrovertidos podem ter tendência a falar e a confiar em estranhos rapidamente, algo que poderá ser problemático. Falem sobre limites e a importância de os estabelecer. Fonte


Se tiverem interesse em ler a opinião de uma especialista sobre o impacto dos filmes nas crianças, falámos com a psicóloga de desenvolvimento Jennifer Harriger que respondeu às nossas perguntas neste artigo.

A principal conclusão que podemos retirar é que educar filhos é difícil. Por isso é bom dar um passo atrás e reconhecer o que já foi conquistado. Depois, pensem quais destas questões são importantes para as vossas famílias e voltem a ler os nossos conselhos. A coisa mais importante a fazer enquanto pai ou mãe é tentar compreender como os filhos pensam e apoiá-los a serem quem são durante o processo de crescimento. Por último, mas não menos importante, não há nenhum problema em consultar um especialista caso sintam necessidade.