Manual de atividades para crianças por faixa etária

Manual de atividades para crianças por faixa etária

Por Babysits, 37 minutos de leitura

Neste artigo, apresentamos ideias de atividades infantis para todos os gostos e idades. De jogos lúdicos a brincadeiras divertidas, não haverá falta de ideias para entreter a criançada lá em casa!

Todas as crianças são únicas, mas têm em comum a importância do desenvolvimento saudável como meio para concretizar em pleno o seu potencial. Se procuram atividades criativas, lúdicas e/ou físicas que mantenham as crianças entretidas e contribuam para o seu desenvolvimento, então continuem a ler o nosso manual de atividades para crianças por faixa etária.

Ler mais sobre: Atividades criativas

As atividades criativas são atividades nas quais as crianças se exprimem. Ser criativo significa criar algo novo ou fazer uma versão de algo que já existe. Isto poderá ser uma canção, um desenho, um trabalho manual, uma dança, etc. É importante para as crianças fazerem atividades criativas durante a infância. Estas atividades ajudam as crianças a exprimirem-se e a saberem lidar com os seus sentimentos. Ao aprenderem a ter ideias novas, a pensar de forma diferente e a resolver problemas, as atividades criativas também fomentam o desenvolvimento neurológico das crianças.

Exemplos de atividades criativas para crianças:

  • Pintar
  • Música
  • Bolhas de sabão
  • Contar histórias
  • Teatros
  • Jogos
  • Livros
  • Guitarra DIY
  • Fazer um vídeo
  • Fazer um livro de recortes

atividades criativas

Ler mais sobre: Atividades intelectuais

Uma atividade intelectual é aquela em que temos de usar o nosso cérebro (pensamento crítico). É possível categorizar o desenvolvimento intelectual na compreensão da informação, raciocínio, aprendizagem, memória, pensamento, resolução de problemas e atenção. Com as atividades intelectuais, uma ou várias destas áreas são trabalhadas. É importante que as crianças aprendam estas aptidões, extremamente úteis mais tarde na vida, na escola e no trabalho.

Exemplos de atividades intelectuais para crianças:

  • Livros ilustrados
  • Jogo de texturas
  • Procurar e encontrar
  • O que está na caixa?
  • Bingo
  • Puzzles 3D
  • Jogo da pesca
  • Jogo da memória
  • Monopólio
  • Puzzles

atividades intelectuais

Ler mais sobre: Atividades físicas

As atividades físicas são aquelas que requerem movimento corporal, gasto de energia e intensidade. O desenvolvimento físico consiste no crescimento da criança, nos movimentos e na coordenação motora. As atividades físicas são importantes para as crianças porque ajudam a fortalecer os ossos e músculos, reduzir os sintomas de depressão, ansiedade, obesidade e o risco de desenvolver problemas de saúde.

Exemplos de atividades físicas para crianças:

  • Dança e estátua
  • Bolas e sons
  • Passo a passo
  • Pista de obstáculos
  • Lançar um papagaio
  • Jogo das escondida
  • Jogo das cadeiras
  • Jogo de pára-quedas
  • Fazer uma cabana
  • Caça ao tesouro

atividades físicas


Atividades por faixa etária

A seguinte lista apresenta exemplos de atividades agrupadas por faixa etária; intelectuais, físicas ou criativas; individuais ou em grupo, e para que competências de desenvolvimento contribuem. No final do artigo, poderá ficar a saber mais sobre estes competências de desenvolvimento: socioemocionais, motoras, cognitivas e de comunicação.

Se clicar em qualquer uma das imagens, poderá descarregar todas as atividades. Coloque-as num frasco, misture-as e escolha-as aleatoriamente para que seja sempre uma surpresa!

Escolha a faixa etária do seu filho e descubra as atividades selecionadas!

Deseja aprender mais sobre cada uma das competências de desenvolvimento? Clique para saber mais!

0 - 18 meses

Nesta fase, as personalidades das crianças ainda estão em construção e é quando começam a realmente compreender que existem diferentes sentidos. Crescer é uma jornada fascinante de descobertas, por isso, oferecer estímulos através de diferentes atividades será uma ajuda para conhecer melhor o caráter e os interesses da criança.

Atividades criativas

1. Pintura

É muito importante que esta atividade seja supervisionada Dêem largas à imaginação com esta atividade. Apenas um pouco de tinta e papel será suficiente para manter o seu filho entretido por muito tempo. Deixe-o usar cores e materiais diferentes. Algumas das nossas recomendações são:

  • lápis colorido
  • lápis de cera
  • canetas
  • tintas solúveis em água

Desta forma, o seu filho poderá experimentar diferentes texturas e começar a inclinar-se para um determinado espectro de cores. Os bebés desta faixa etária começam a desenvolver a sua personalidade e incentivá-los a usar tinta pode ser uma boa oportunidade para perceber se gostam ou não de expressar o seu lado criativo.

Pintar é uma atividade divertida para as crianças e deve ser feita na companhia de um adulto. As competências cognitivas da criança são trabalhadas durante a realização desta atividade criativa.

Pintura

2. Música

É nesta faixa etária que as crianças deixam de apenas balbuciar e passam a pronunciar algumas palavras, ou até mesmo frases. O uso de música ajuda-os a reconhecerem sons, a lembrarem-se de como as palavras são formadas e incentiva-os a comunicarem com outras pessoas. Independentemente de se tratarem de músicas infantis ou não, ponham música que vos faça sorrir!

Isto ajudará a desenvolver o lado criativo. Além disso, se a criança estiver a aprender a andar, uma música também pode servir de encorajamento. Esta atividade criativa para crianças melhora as suas competências de comunicação.

Música

Atividades intelectuais

1. Livros ilustrados

Os livros ilustrados ajudam as crianças a aprender mais sobre objetos, cores e palavras. A aprendizagem visual é uma das melhores maneiras de aprender, pois está comprovado que é muito mais fácil entender e recordar uma imagem do que um texto.

As crianças adoram livros ilustrados e divertem-se a olhar para as imagens. Mas não é só isso! Também serão desenvolvidas competências cognitivas e de comunicação.

Livros ilustrados

2. Jogos de textura

Para jogar este jogo, é necessário que primeiro sente o seu bebé num lugar seguro, de onde não possa cair. Em seguida, numa superfície que esteja ao alcance do seu bebé, coloque alguns objetos com texturas diferentes. Algumas das nossas recomendações são:

  • Migalhas de pão
  • Gelatina
  • Tigela de plástico com um pouco de água
  • Chocolate
  • Tangerina descascada

Incentive seu bebé a explorar as diferentes texturas e a aprender mais sobre os seus sentidos. Esta atividade é um bom exemplo de uma atividade para fazer em casa com o seu filho. É também um excelente exemplo de atividade intelectual que tem um efeito positivo nas competências cognitivas da criança.

Jogos de textura

Atividades físicas

1. Bolas e sons

Existem duas maneiras diferentes de jogar este jogo. Poderá utilizar um objeto que faça som quando mexido, como um chocalho, ou um objeto que rebole.

Depois de escolher o objeto, coloque-o à frente do seu filho e mexa nele algumas vezes até que ele entenda qual é a consequência ou o efeito de tocar no objeto (ou seja, um som ou movimento). Em seguida, incentive-o a mexer no objeto sozinho. Desta forma, serão desenvolvidas competências motoras, bem como de coordenação.

Dica: Coloque o seu filho num ambiente seguro e evite cadeiras altas ou lugares de onde possa cair caso se mexa rapidamente.

Este jogo é uma atividade física que pode ser feita em casa e ajudará a criança a melhorar as competências motoras.

Bola e sons

2. Dança e estátua

As crianças nestas idades tendem a ser muito interessadas em música. Deixe-as explorar os diferentes sons através deste jogo divertido e fácil de fazer. Coloque uma música que a criança já conheça e de que goste, e incentive-a a dançar. Depois de um tempo, pare a música e aja como se estivesse congelado. As crianças nessa idade têm tendência a imitar os outros quando não sabem o que fazer. Repita algumas vezes e finja que é uma estátua em diferentes posições, até que eles entendam o jogo. Passará horas a ver o seu filho brincar e rir.

Esta atividade de dança para crianças é uma atividade física que trabalha as competências motoras da criança.

Dança


2 - 3 anos

Depois de ultrapassarem os 2 anos, as crianças começam a imitar toda a gente ao seu redor com maior frequência. Por isso, esta é a melhor idade para incentivá-las a experimentar diferentes atividades e a desenvolver boas atitudes que possam levar para a vida (quanto mais imitam e repetem, mais cedo começarão a fazer o processo por si mesmos).

Este também é o momento em que as crianças começam a desenvolver verdadeiramente a sua independência, por isso é uma boa altura para começar a dar-lhes recursos para brincarem sozinhas. Isso não significa que possam deixá-las sozinhas, as crianças, consoante a idade, ainda precisam de ser supervisionadas.

Atividades criativas

1. Bolhas de sabão

Soprar bolhas de sabão e rebentá-las é uma das atividades mais divertidas para fazer com as crianças. Além disso, também é útil para o seu desenvolvimento. Por um lado, soprar as bolhas contribui para as suas competências de fala, já que alguns sons da linguagem são feitos com o mesmo movimento da boca que fazemos ao soprar. Por outro lado, tentar rebentá-las antes que cheguem o chão trabalha as competências motoras das crianças e mantém-nas ativas e entretidas.

Podem comprar as bolhas de sabão já prontas a utilizar, mas também podem criar a vossa própria mistura de sabão e formas. Para isso, é necessário:

  • Água (5 partes)
  • Sabão (1 parte)
  • Podem as bolhas mais resistentes adicionando 1 ou 2 colheres de chá de glicerina

Esta atividade criativa para crianças pode ser feita tanto dentro de casa quanto ao ar livre, e as crianças podem fazê-la sozinhas ou com a ajuda de um adulto. Com esta atividade das bolhas, as crianças melhoram as suas competências motoras e de comunicação.

Bolhas

2. Contar histórias

Incentive o seu filho a contar histórias baseadas em pequenas coisas, como numa palavra ou num objeto. É uma boa experiência para poderem criar as suas próprias histórias do nada, já que isso desenvolve a sua imaginação e improvisação. No começo, as histórias podem não fazer muito sentido, mas com o tempo, começam a interligar os objetos com mais imaginação e humor. Existem diferentes maneiras de jogar este jogo:

  • Usar objetos: usar uma caixa cheia de pequenos objetos dedicados às histórias.
  • Usar palavras: ser paciente e ir dizendo palavras diferentes que devem ser incluídas na história em partes aleatórias.
  • Usar cartões: escrever palavras diferentes em cartões separados e escolher aleatoriamente três cartões para serem incluídos na história.

Esta é uma atividade criativa para crianças que as ajuda a desenvolver as competências de comunicação.

Contar histórias

Atividades intelectuais

1. Procurar e encontrar

Pode ajudar as crianças a compreender e aprender mais sobre as características dos objetos, como as formas, cores e texturas, incentivando-as a encontrar algo no quarto com essas mesmas características.

É um jogo simples, basta ir a uma divisão que o seu filho conheça bem e começar com objetos fáceis de reconhecer através das características. Se quiser jogar este jogo com várias crianças, poderá torná-lo numa competição (quem encontra o objeto primeiro ou quem encontra mais objetos com certas características).

Esta atividade pode ser praticada fora ou dentro de casa. É uma atividade intelectual que ajuda as crianças a melhorarem as suas competências cognitivas e motoras.

Procurar e encontrar

2. O que está na caixa?

Semelhante à atividade anterior, esta atividade deixa as crianças explorarem e desenvolverem os seus sentidos, incentivando-as a reconhecer objetos sem vê-los. É muito fácil de organizar e podem ser utilizados objetos que tem em casa. Assim, as crianças estão familiarizadas e é mais fácil identificá-los.

Como fazer o jogo:

  • Encontrem uma caixa de cartão velha: vejam se a caixa tem um lado totalmente aberto e façam um corte no lado oposto, grande o suficiente para que as crianças consigam passar os braços.
  • Coloquem o objeto que deve ser reconhecido na mesa e cubram-no com a caixa de cartão.
  • Tapem os olhos da criança com um lenço ou máscara.
  • E que comece o jogo!

Para que as crianças não tenham medo do desconhecido, garantam-lhes que os objetos são completamente seguros e inanimados.

Esse jogo divertido é uma atividade intelectual que estimula as competências cognitivas da criança.

O que está na caixa

Atividades físicas

1. Passo a passo

É muito importante que alguém supervisione esta atividade

Embora seja verdade que as escadas podem ser relativamente perigosas para as crianças quando são pequenas e estão sozinhas, este local da casa é, na verdade, um excelente sítio para ajudar as crianças a exercitarem-se quando já andam sozinhas. Além disso, as crianças têm tendência a ser naturalmente curiosas com as escadas, então deixe-as explorar esse mistério!

Incentive-as a subir as escadas com cuidado. Assim que conseguirem subir as escadas, ensine-as a descer com segurança. É importante estar sempre disponível para ajudá-las caso não consigam, mas é muito importante que também dê instruções e conselhos para que consigam descer sozinhas.

Se o seu filho for mais crescido, pode incentivá-lo a saltar pelas escadas acima e abaixo. É um bom exercício e também se trata de uma atividade física que pode ser feita dentro de casa, o que é perfeito para dias chuvosos.

Esta atividade física trabalha as competências motoras das crianças.

Passo a passo

2. Pista de obstáculos

É muito importante que alguém supervisione esta atividade

Se pretende que o seu filho faça mais atividades físicas ou se pretende ajudá-lo a desenvolver novas competências, como o equilíbrio, esta pista de obstáculos é uma ótima ideia.

Pode criar uma pista dentro de casa e usar objetos do quotidiano, o que torna esta atividade económica e fácil de preparar. Algumas das coisas que pode usar para criar a sua própria pista de obstáculos são:

  • Cobertores: são fáceis de saltar por cima ou podem ser usados como uma rede de segurança para colocar ao lado de outros obstáculos em caso de queda;
  • Caixas: são fáceis de saltar. Podem ser usadas caixas feitas de materiais mais rijos para que caminhem sobre elas e pratiquem o equilíbrio.
  • Fita adesiva: é usada para mostrar onde devem ser feitas as diferentes ações. Também é muito fácil de remover de qualquer superfície.
  • Pedaços de papel com pistas visuais: coloque-os ao lado de cada um dos obstáculos para que saibam o que fazer.

As crianças podem fazer essa atividade divertida com outras pessoas ou sozinhas. Essa atividade física estimula as competências motoras das crianças.

Pista de obstáculos


4 - 5 anos

É nesta idade que as crianças começam a desenvolver as suas emoções num nível mais profundo e começam a prestar atenção tanto aos próprios sentimentos como aos de outros. Por isso, estas atividades irão incentivá-los a compreender as suas emoções, a experienciar reações diferentes e a começar a sentir empatia pelos outros. As crianças também começam a tornar-se competitivas e ficam muito contentes por ganhar ou irritadas por perder.

Também é nesta idade que as crianças começam a perguntar “por quê?".

Atividades criativas

1. Jogo das emoções

Nesta idade, devemos esforçar-nos para ensinar as crianças a expressarem corretamente os seus sentimentos, de maneiras diferentes e sem vergonha.

Para isso, existem diferentes jogos que poderá fazer com o seu filho:

Recomendamos que joguem este jogo com várias crianças ao mesmo tempo, para que elas se sintam à vontade em expressar as suas emoções à frente de outras crianças da mesma idade. Esta é uma atividade criativa que ajuda as crianças com as suas competências emocionais e de comunicação.

Jogo das emoções

2. Teatro

O teatro pode ser de uma história inventada pela própria criança ou uma reconstituição de um excerto da sua história favorita. Independente de qual seja o caso, o teatro ajuda a desenvolver as competências de comunicação e interpretação. Ao interpretar um personagem, as crianças têm de expressar diferentes emoções e isso ajuda-as a identificá-las, dando-lhes um nome. Por exemplo, se um personagem está surpreso, a criança será capaz de relacionar o nome da emoção à forma como a "surpresa" se realiza, tornando-se mais fácil para eles reconhecerem as emoções dos outros no futuro. Também poderão usar fatos e adereços para ajudar a entrar no clima do personagem.

O teatro é uma atividade incrível que as crianças podem fazer sozinhas ou com os amigos. Esta atividade criativa é uma excelente forma de as crianças trabalharem as suas competências emocionais e de comunicação.

Teatro

Atividades intelectuais

1. Bingo

O bingo é um jogo excelente para praticar números. As crianças podem ir trocando os papéis de narrador ou jogador. Chamar os números é bom para praticar a pronúncia dos números. Este jogo ajuda as crianças a reconhecerem os números pela forma como soam e a encontrá-los pela sua representação escrita.

O bingo é uma atividade que só pode ser realizada com várias pessoas. Esta atividade intelectual trabalha as competências cognitivas.

Bingo

2. Puzzle 3D

Nesta idade, os puzzles devem começar a ficar um pouco mais complicados. É por isso que os puzzles 3D, mais concretamente os geométricos (que têm 24 ou mais peças) são perfeitos para manter as crianças entretidas. Estes puzzles ajudam a desenvolver a consciência espacial e o pensamento lógico.

Comecem por usar um puzzle com peças de cores diferentes. Quando começarem a melhorar, mudem para um puzzle simples de madeira sem cor.

Fazer puzzles 3D é uma atividade divertida para as crianças, que pode ser feita individualmente ou em grupo. Ao fazerem puzzles 3D, as crianças trabalham as suas competências cognitivas.

puzzle 3D

Atividades físicas

1. Lançar um papagaio

Esta é uma excelente atividade para fazer ao ar livre. É ótima para trabalhar o equilíbrio, a coordenação e a força. Pode até parecer fácil, mas pode ser bastante exigente se o tempo estiver contra vocês. Por isso, também irão trabalhar a vossa paciência!

Já que nesta idade, as crianças começam a sentir-se realizadas pelas conquistas que alcançam, ser capaz de lançar um papagaio será um verdadeiro sucesso e motivo de orgulho. Quanto mais satisfeitos se sentirem, mais divertido será!

Esta atividade só pode ser realizada ao ar livre. Ao lançarem o papagaio, as crianças trabalham as suas competências motoras.

Lançar o papagaio

2. Jogo das escondidas

Este jogo é perfeito para as crianças interagirem umas com as outras enquanto minimizam o contato físico entre elas. Também é um bom jogo para fazer ao ar livre, incentivando as crianças a terem contacto com a natureza.

O jogo das escondidas é uma excelente atividade física para crianças, na qual trabalham as suas competências motoras. O jogo pode ser jogado dentro ou fora de casa, mas são necessárias pelo menos duas pessoas para jogar.

Jogo das escondidas


6 - 7 anos

Nesta idade, a maioria das crianças já terá começado a escola e estará em contacto regular com um grupo maior de pessoas. Isto significa que as crianças começam a tornar-se um pouco mais independentes da sua família à medida que conhecem os colegas e desenvolvem amizades significativas. Nesta idade, as competências mentais, sociais e físicas das crianças desenvolvem-se rapidamente. Elas começam a pensar sobre o seu futuro e a entender o seu lugar no mundo. Por isso, é um momento crítico para desenvolverem confiança em si mesmas.

Atividades criativas

1. Mini-Livro

O seu filho adora histórias? Então, por que não deixá-lo ser o autor das suas próprias aventuras? Este DIY é muito simples, mas as crianças sempre ficam impressionadas. Além disso, este trabalho manual é excelente para instigar a criatividade ao permitir que se escreva e desenha o que desejarem!

Conselho: se o seu filho está a aprender um segundo idioma, o mini-livro também pode ser ótimo para anotar o novo vocabulário que esteja a aprender!

Materiais Necessários:

  • Papel A4
  • Tesouras
  • Lápis de cores diferentes

Passo a passo:

  • Passo 1 - Dobrar o papel ao meio (horizontalmente).
  • Passo 2 - Dobrar ao meio novamente (verticalmente).
  • Passo 3 - Em seguida, dobrar ao meio novamente! (Se abrir o papel, existirão oito retângulos marcados).
  • Passo 4 - Abrir o papel novamente, para que seja dobrado apenas uma vez (horizontalmente) e, em seguida, cortar da dobra central para o meio (ou seja, a primeira linha de dobra).
  • Passo 5 - Desdobrar o papel e dobrar ao meio verticalmente. Agarrar nos retângulos em cada extremidade e empurrar o papel para dentro. A fenda cortada deve começar a ter a forma de um diamante.
  • Passo 6 - Continuar a empurrar as pontas até que se encontrem no meio.
  • Passo 7 - Dobrar cuidadosamente as pontas uma ao lado da outra para formar um livro.
  • Passo 8 - Em seguida, decorar a capa como quiser e começar a escrever.

Passos do mini-livro

Esta é uma atividade criativa, que as crianças podem fazer sozinhas e dentro de casa. Com esta atividade, as crianças trabalham as suas competências motoras e de comunicação.

Mini Livro

2. Guitarra - DIY

Explorem a vossa criatividade e façam esta guitarra DIY! Este é um trabalho manual com o qual podem continuar a divertir-se mesmo depois de o terem feito. E quem sabe, ainda descobrem que têm uma pequena estrela de rock em casa!

DIY guitarra

Materiais necessários:

  • Uma caixa de lenços vazia;
  • Elásticos;
  • Dois paus de gelado e/ou lápis;
  • Um tubo de cartão (um rolo de papel vegetal, papel de embrulho, etc.);
  • Cola, fita, tesoura;
  • Tintas para dar um toque de cor.

Passo a passo:

  • Passo 1 - Colocar a extremidade do tubo de cartão contra a extremidade lateral da caixa de lenços de papel e fazer a marcação do círculo, e em seguida, cortar com cuidado para fazer um buraco.
  • Passo 2 - Pintar a caixa, o tubo e os paus de gelado da cor que desejar.
  • Passo 3 - Depois de a tinta secar, colocar o tubo de cartão no orifício cortado e prender com fita cola.
  • Passo 4 - Colar os paus de gelado nos dois lados do orifício na frente da caixa. Quando secar, colocar elásticos de diferentes comprimentos e espessuras em torno da caixa (isso cria sons diferentes!).
  • Passo 5 - Pronto! Agora está na hora de tocar!

Esta é uma atividade criativa que pode ser feita dentro de casa. Com esta atividade, as crianças trabalham as suas competências motoras.

DIY guitarra

Atividades intelectuais

1. Pesca de números

Há muitos benefícios em aprender uma segunda língua e estudos demonstram que as crianças que sabem duas línguas têm uma maior capacidade para prestar atenção do que crianças que só sabem uma língua (Cornell Language Acquisition Lab). Contudo, as crianças nem sempre reconhecem a importância de aprender uma língua nova, por isso recomendamos este jogo simples para ajudar a tornar mais divertida a aprendizagem de línguas.

Para criarem a vossa cana de pesca e respetivo jogo, precisarão de:

  • Um pau de espetada
  • Um ímã
  • Fio/linha
  • Papel
  • Caneta
  • Tesoura
  • 10 clipes de papel

Passo a passo:

  • Passo 1 - Atar uma ponta do fio/linha no cimo do pau de espetada e, em seguida, atar a outra ponta no ímã. Já temos uma cana de pesca!
  • Passo 2 - Desenhar 10 formas simples de peixes no papel e escrever os números de 1 a 10 em cada peixe. Em seguida, recortar e prender um clipe em cada peixe.
  • Passo 3 - Depois disto, podem começar a jogar! Basta dizer os números em um segundo idioma e ver se seu filho consegue traduzir e pegar o número correto com sua vara de pescar.

Este jogo é uma atividade intelectual e pode ser jogado individualmente ou em grupo. Com esta atividade, são trabalhadas as competências cognitivas.

Pescar números

2. Jogo da Memória

Jogo da Memória é um jogo clássico, adorado por crianças de todas as idades. Para quem não está familiarizado com o jogo, só são precisas cartas com imagens que as crianças reconheçam. Depois de se baralharem as cartas, basta espalhá-las sobre uma superfície plana, viradas para baixo. Os jogadores depois viram duas cartas de cada vez. Se as cartas forem iguais, o jogador fica com as cartas e pode tentar novamente. Se as cartas não forem iguais, o jogador deve virá-las novamente para baixo e deixar a próxima pessoa jogar. A criança com mais duplas no final vence!

O bom deste jogo é que pode adaptá-lo ao nível do seu filho adicionando menos ou mais cartas para tornar o jogo mais fácil ou mais difícil. Esta atividade trabalha as competências cognitivas.

Jogo da memória

Atividades físicas

1. Jogo das cadeiras

O Jogo das Cadeiras é outro jogo clássico que faz as crianças mexerem-se e incentiva uma competição saudável. Para jogar basta colocar uma música e algumas cadeiras.

Podem colocar as cadeiras num círculo ou aleatoriamente ao redor da sala. Em seguida, ponham uma música enquanto as crianças se mexem e dançam sem ficarem paradas. Quando a música parar, cada criança deve correr para uma cadeira e sentar-se. Podem primeiro fazer uma ronda de aquecimento em que há uma cadeira para cada criança e, em seguida, quando as crianças estiverem confortáveis, retiram uma cadeira a cada ronda. Quem não conseguir sentar-se fica fora do jogo, o que significa que a última criança em pé (ou sentada!) Será a vencedora!

Esta atividade é excelente para crianças com muita energia. O jogo pode ser feito dentro ou fora de casa com várias crianças, e enquanto brincam as crianças trabalham as suas competências motoras.

Jogo das cadeiras

2. Jogo do pára-quedas

Esse jogo é sempre especial para as crianças. No entanto, às vezes, elas ficam um pouco animadas demais, por isso, antes de começar, é importante mostrar-lhes como segurar o pára-quedas corretamente e lembrá-las de terem consideração um pelo outro.

Existem vários jogos diferentes que podem fazer com um pára-quedas. Aqui estão nossas 5 principais recomendações:

  • Gato e rato
  • Carrossel
  • Bola no topo

Este jogo é ótimo para crianças que têm muita energia e também pode ser uma boa oportunidade para que aprendam a trabalhar em equipa. Este jogo pode ser feito ao ar livre com várias crianças e, enquanto brincam, as crianças trabalham as suas competências motoras e sociais.

Jogo do para-quedas


8 - 10 anos

As amizades são muito importantes nesta faixa etária, pois as crianças dessa idade procuram pessoas que as aceitem, apoiem e lhes dêem a sensação de pertencer a um grupo. Da mesma forma, elas também se comparam aos seus colegas. As crianças nesta fase aprendem a refletir sobre si mesmas, a sua aparência, emoções e qualidades. Elas apercebem-se do facto de que poderão ter jeito para algumas coisas e não para outras. As crianças desta idade também se tornam mais conscientes das intenções por trás das regras e dos comportamentos esperados das pessoas.

As atividades que podem realizar com crianças desta idade são diversas. É cada vez mais importante ter em consideração os interesses pessoais e as habilidades de cada criança. As crianças desta idade gostam muito de brincar com outras crianças.

Atividades criativas

1. Fazer um vídeo

Os vídeos nunca foram tão populares. Nós vemos vídeos nas redes sociais e até na sala de aula e por isso uma atividade criativa para crianças desta faixa etária é fazer o seu próprio vídeo. Este vídeo pode ser sobre as atividades que elas adoram fazer, um desporto, os seus amigos ou um filme feito por elas mesmas. Deixem as crianças mostrarem as suas capacidades de representação e fazer o vídeo dos seus sonhos!

O vídeo pode ser feito por apenas uma criança, mas também podem reunir alguns amigos para gravar. Fazer um vídeo é uma atividade criativa que pode ser feita dentro ou fora de casa e vai ajudar a desenvolver competências sociais e de comunicação.

Dica: Os pais podem ajudar os filhos a montar vários videoclipes num único vídeo.

Fazer um vídeo

2. Fazer um livro de recortes

O seu filho é criativo? Então, fazer um livro de recortes será uma atividade divertida! Reúnam as vossas fotos favoritas, incluindo fotos mais antigas e algumas mais recentes. Deixem-nos decorar o livro de recortes com autocolantes, fitas, fotos, tintas, etc., para que a sua personalidade apareça em cada página. Fazer um livro de recortes não só é divertido enquanto o fazem, mas também é uma recordação para mais tarde.

O seu filho pode fazer um livro de recortes sozinho ou em conjunto com um amigo. É uma atividade criativa que ajuda a melhorar as competências motoras e é especialmente boa para crianças criativas.

Fazer um livro de recortes

Atividades intelectuais

1. Monopólio

À medida que as crianças desta faixa etária ficam mais cientes das regras e do raciocínio por trás delas, jogos intelectuais como o Monopólio são ideais. Aprendem a negociar, a comunicar com outras pessoas, a compreender regras e consequências, e muito mais.

O Monopólio é um jogo de tabuleiro que pode ser jogado com várias pessoas. Os jogos de tabuleiro são atividades intelectuais que ajudam as crianças a desenvolverem as competências cognitivas, de comunicação e sociais.

Monopólio

2. Puzzle

Hoje em dia, existem puzzles para todas as idades. Para complicar, escolham um puzzle com mais de 300 peças, para que seja um verdadeiro desafio para as crianças.

O puzzle pode ser feito individualmente, mas com amigos é muito mais divertido. Os puzzles são perfeitos para crianças que adoram resolver problemas e têm muita paciência. Montar um puzzle é uma atividade intelectual que trabalha as competências cognitivas.

Puzzle

Atividades físicas

1. Fazer uma cabana

Quem não gostaria de fazer a sua própria cabana, tenda, forte ou casa na árvore?! Esta atividade pode ser feita num jardim ou em casa. Peguem numa corda e cobertores, encontrem alguns paus e folhas e façam a vossa própria cabana.

Construir uma cabana é uma atividade física, que pode ser realizada por uma ou várias crianças e faz com que trabalhem as competências motoras e aprendam a cooperar com outras crianças. Esta atividade é especialmente boa para crianças com imaginação fértil. Podem brincar o dia inteiro na cabana que elas mesmas construíram e fazer o papel de rei ou a rainha do seu próprio reino.

Fazer uma cabana

2. Caça ao tesouro

O seu filho sempre sonhou em ser um espião ou detetive? Então esta atividade é perfeita para ele. Podem deixar algumas pistas dentro de casa ou no quintal, que os levará na procura da recompensa final. As crianças percorrem o caminho seguindo as pistas, tentando encontrar o tesouro. Esta atividade é perfeita para crianças enérgicas e curiosas. A caça ao tesouro é uma atividade física que desenvolve as competências sociais e motoras.

Caça ao tesouro


Poderão encontrar mais atividades divertidas neste link atividades para crianças.

Competências de desenvolvimento

Como pai ou mãe, pode ter curiosidade sobre o desenvolvimento do seu filho e a melhor maneira de educá-lo para atingir em pleno o seu potencial. Mas cada criança é única, então não há razões para se preocupar caso considere que se está a desenvolver num ritmo diferente dos seus colegas. É claro que se acredita que há motivo para preocupação, um médico poderá aconselhar de forma mais adequada. Posto isto, existem quatro áreas de desenvolvimento de uma criança: competências motoras, socioemocionais, cognitivas e de comunicação.

Ler mais sobre: Competências motoras

As competências motoras referem-se à capacidade do corpo de realizar ações específicas através do movimento dos músculos. Isso pode incluir qualquer coisa, desde ser capaz de se sentar até tocar piano. As competências motoras podem ser categorizadas em dois grupos: competências motoras finas e grossas. As competências motoras finas referem-se à capacidade de controlar o movimento de músculos menores, como os do pulso ou dos dedos. As competências motoras grossas referem-se à capacidade de controlar músculos maiores, como os braços e pernas.

As competências motoras e o controlo começam a desenvolver-se logo após o nascimento e progridem durante a infância (e até mesmo na idade adulta!). É importante dar atenção ao desenvolvimento motor das crianças por várias razões. Em primeiro lugar, ajuda o seu filho a explorar e viver o mundo em seu redor. Isso, por sua vez, também promove o desenvolvimento noutras áreas, como a cognição e a comunicação. Em segundo lugar, permite que se movimentem e concluam tarefas por conta própria, ganhando independência e confiança no processo. Em terceiro lugar, ajuda-os a praticar exercício, algo importante para uma vida saudável.

Exemplos de atividades que ajudam a desenvolver competências motoras para crianças:

  • Dança e estátua
  • Bolas e sons
  • Bolhas de sabão
  • Procurar e encontrar
  • Passo a passo
  • Pista de obstáculos
  • Lançar o papagaio
  • Jogo das escondidas
  • Guitarra - DIY
  • Jogo das cadeiras
  • Jogo de pára-quedas
  • Livro de recortes
  • Construir uma cabana
  • Caça ao tesouro
  • Mini Livro

competências motoras

Ler mais sobre: Competências socioemocionais

As competências socioemocionais referem-se à capacidade de compreender e expressar as próprias emoções, bem como ser capaz de perceber e relacionar-se com as emoções dos outros de forma adequada. Um exemplo disso seria a capacidade de reconhecer quando alguém está triste e perguntar se está bem. Da mesma forma, isso pode estar relacionado à compreensão das diferenças entre se expressar para um amigo e para os pais.

Mesmo que essas habilidades possam parecer bastante complexas, elas na verdade começam a se desenvolver logo após o nascimento. Assim que eles começam a interagir com as pessoas ao seu redor, os bebês têm a oportunidade de começar a reconhecer e compreender os pensamentos e sentimentos dos outros. Os pais devem ter o importante papel de ajudar a nutrir as habilidades socioemocionais de seus filhos por uma série de razões, pois isso permite que eles criem e mantenham relacionamentos saudáveis e também os ajuda a administrar seu próprio estresse e emoções e os auxilia no aprendizado de normas sociais.

Exemplos de atividades que ajudam a desenvolver competências socioemocionais nas crianças:

  • Teatro
  • Jogo das emoções
  • Fazer um video
  • Monopólio
  • Caça ao tesouro
  • Jogo de pára-quedas

competências socioemocionais

Ler mais sobre: Competências cognitivas

As competências cognitivas referem-se à capacidade de processar mentalmente informações para realizar tarefas simples e complexas. Também se relacionam com a forma como pensamos, raciocinamos, lemos, aprendemos, criamos, lembramos, resolvemos problemas e prestamos atenção. O desenvolvimento cognitivo pode ser observado quando a criança tenta descobrir como funcionam os seus brinquedos.

É importante apoiar o desenvolvimento cognitivo inicial das crianças, pois ajuda a construir uma base sólida para o sucesso futuro na escola e na vida. O desenvolvimento cognitivo pode ser estimulado através de conversas, de exploração do mundo à sua volta e com respostas às perguntas "por quê?". Incentive o seu filho a fazer atividades como as que estão neste guia para ajudá-lo a desenvolver competências cognitivas mais complexas, como a resolução de problemas. Lembre-se de ser paciente e deixe-o descobrir as coisas no seu próprio ritmo - com um pouco de orientação, será capaz de descobrir as coisas por conta própria.

Exemplos de atividades que ajudam a desenvolver competências cognitivas nas crianças:

  • Pintura
  • Livro ilustrados
  • Jogos da textura
  • Procurar e encontrar
  • O que está na caixa
  • Bingo
  • Puzzle 3D
  • Pesca de números
  • Jogo da Memória
  • Monopólio
  • Puzzles

competências cognitivas

Ler mais sobre: Competências de comunicação

As competências de comunicação estão relacionadas com a capacidade de compreender e produzir mensagens com o objetivo de interagir com o mundo ao nosso redor. A comunicação é mais do que apenas linguagem e fala, também pode ser expressa através de sons e gestos. Os bebés podem não ser capazes de dizer nada significativo até cerca de um ano de idade, mas tentam comunicar através de barulhos, choro, expressões faciais e linguagem corporal.

O desenvolvimento de competências de comunicação é importante para criar relacionamentos saudáveis ​​e ajuda-nos a expressar os nossos sentimentos e necessidades. Além disso, permite-nos aprender e ensinar capacidades novas. Os benefícios de se ter uma forte capacidade de comunicação duram para a vida toda.

Uma das maneiras mais importantes de as crianças aprenderem é através da imitação (conforme proposto por Albert Bandura na sua Teoria da Aprendizagem Social). Portanto, mesmo que o seu filho ainda não consiga responder de maneira adequada, é importante continuar a falar com ele! O desenvolvimento da comunicação também pode ser incentivado ao falar em voz alta ou cantar (isso chama a sua atenção), fazer sons tontos e enfatizar os seus gestos, descrever as suas ações diárias, bem como ler para ajudar a expandir o vocabulário. As atividades mencionadas neste guia levam em consideração estas dicas e também dão às crianças a oportunidade de se comunicarem de forma eficaz com adultos e colegas.

Exemplos de atividades que ajudam a desenvolver competências de comunicação nas crianças:

  • Música
  • Bolhas de sabão
  • Contar histórias
  • Teatro
  • Jogo das emoções
  • Mini Livro
  • Fazer um vídeo
  • Livros ilustrados
  • Monopólio

competências de comunicação