Como explicar o coronavírus

Como explicar o coronavírus

Novo

Por Babysits, 5 minutos de leitura

Partilhar:

Como se explica algo às crianças que está fora do controlo de qualquer um de nós? Nós acreditamos que explicar questões importantes e complexas, como o coronavírus, pode ser feito de forma a que as crianças entendam. Se os vossos filhos tiverem idade suficiente para compreender o que está a acontecer, provavelmente já devem ter ouvido falar sobre o vírus na escola. É importante os pais explicarem as precauções que devem ser tomadas, sem assustar as crianças desnecessariamente. Aqui estão as nossas dicas:

Fazer perguntas

Antes de conversarem com eles sobre o coronavírus ou as suas implicações, tentem descobrir o que já ouviram e sabem sobre o assunto. Nas redes sociais e entre os colegas de escola circulam bastantes notícias falsas. Façam perguntas sobre o que já ouviram, o que os professores lhes explicaram na escola ou que tipo de dúvidas ainda têm. Este pode ser um momento oportuno para explicar a origem do coronavírus e o que isso significa em relação à xenofobia e racismo. Muitas pessoas asiáticas sofreram represálias pelo surto do vírus. É importante explicar as razões pelas quais isso está errado e que a solidariedade agora é mais importante do que nunca. Por último, deixem claro que eles podem colocar as questões que quiserem.

Explicar o que é um vírus

Para que as crianças compreendam a urgência do aumento das medidas de higiene e de distanciamento social, é crucial que elas entendam o que é um vírus e como se espalha. As explicações na Internet são longas, complicadas e geralmente cheias de termos médicos difíceis de entender, principalmente para as crianças. Aqui está uma explicação mais fácil:

Um vírus é um organismo muito, muito pequeno e invisível, que gosta de viajar entre os seres humanos pelo ar. Alguns desses pequenos organismos chamados vírus são bons e não prejudicam as pessoas, outros são maus e deixam as pessoas doentes. O coronavírus é um dos vírus que pode adoecer as pessoas. O grande problema dos vírus é que eles viajam de um corpo de uma pessoa para outro sem que ninguém se aperceba. É por isso que precisamos de ter muito cuidado e fazer tudo o que pudermos para nos protegermos a nós próprios e aos outros. Fonte: Organização Mundial da Saúde (OMS)

Tranquilizar as crianças

Depois de explicar o que é um vírus e como pode prejudicar as pessoas, é importante garantir que as crianças se sentem seguras no seu ambiente. Expliquem que o coronavírus é perigoso principalmente para idosos ou pessoas com doenças crónicas. Isso também os ajudará a entender os motivos pelos quais as visitas à casa dos avós, as brincadeiras nas casas dos amigos e outras interações sociais foram canceladas ou adiadas.

Explicar as medidas

Muitos adultos sentem-se impotentes e assoberbados com a situação. Para ter um pouco de controlo, podem seguir as medidas de higiene recomendadas em conjunto, como lavar as mãos, tossir e espirrar para o cotovelo, e ficar em casa. Escrevemos outro artigo no qual apresentamos algumas dicas e informações sobre como evitar adoecer. Durante a quarentena, expliquem aos vossos filhos por que é importante ficar em casa e como podem estar desta forma a impedir que os pequenos organismos do vírus se transmitam entre humanos.

Uma experiência super fácil partilhada pela professora Amanda Lorenzo, da Flórida, demonstra como lavar as mãos com sabão é eficaz para retirar os vírus das mãos. Tudo o que precisam para fazer esta experiência é de uma tigela cheia de água, um pouco de pimenta e sabão:

Lavar as mãos

Aproveitem para explicar que a pimenta representa os organismos do vírus que se espalham pelas mãos se não as lavarmos regularmente. Por isso, o sabão deve ser o nosso melhor amigo! Mostrem como a pimenta se afasta do dedo assim que se coloca um pouco de sabão. É exatamente assim que o vírus desaparece das mãos quando elas são lavadas corretamente.

Mostrar alternativas

É importante manter um espírito positivo e aproveitar esta oportunidade para mostrar às crianças as maravilhas do mundo digital e conectado que temos hoje. Isto pode ser uma videochamada com os avós, uma aula online de yoga ou aulas à distância. Existem inúmeras formas de usar a Internet para manter contacto com o mundo e com os outros.

Manter uma rotina diária

Por último, mas não menos importante, recomendamos que mantenham uma rotina diária, especialmente durante o período da quarentena e do distanciamento social. Não acordem tarde. Levantem-se cedo, troquem o pijama pela roupa e comecem o dia como de costume. As aulas foram suspensas, mas muitas escolas deixaram exercícios para serem feitos durante este período. Organizem um espaço de estudo para as crianças com todos os materiais necessários, como canetas, papel, materiais de colagem e um ambiente silencioso. Façam-nas compreender que este não é um período de férias prolongadas, mas sim um período durante o qual temos que nos adaptar aos novos ambientes de estudo e trabalho em casa.


Em geral, é importante manter o equilíbrio entre informá-los sobre o que precisam de saber e garantir que não ficam assustados ou preocupados desnecessariamente. É um momento incerto para todos, mas acreditamos que é também uma oportunidade de aprender novas rotinas, permanecer positivo e crescer juntos como família. Se precisarem de mais inspiração sobre como passar o tempo em casa, vejam as nossas ideias de trabalhos manuais, assim como as nossas receitas para fazer com as crianças nos materiais da comunidade.

Precisamos da sua ajuda!
Estamos a fazer um apelo a todos os profissionais de cuidados infantis qualificados para se inscreverem e atualizarem a sua disponibilidade na plataforma Babysits. Ler mais
Queremos ajudar aqueles que estão trabalhar incansavelmente nesta crise e que podem necessitar de babysitters qualificados neste momento: médicos, enfermeiros, farmacêuticos e todos os que continuam a trabalhar para manter os serviços mínimos.
Devem ser seguidas as orientações fornecidas pelas autoridades locais.